01 março 2015

Resenha: Algemas de Seda



Título: Algemas de seda
Título Original: Jake and Mimi
Autora: Frank Baldwin
Editora: Geração Editorial
Nº de páginas: 320
 3/5

Mimi Lessing está noiva do homem que ama, quando seu colega de trabalho, o irresistível Jake Teller, desperta a sua curiosidade e interesse. Disposto a seduzi-la, Jake a convida a assistir, sem ser vista, aos jogos eróticos dele com suas parceiras, a quem leva ao êxtase sexual por meio da dor. Então, as mulheres com quem Jake dormiu começam a ser assassinadas, e a própria Mimi desaparece. Homens e mulheres não deixarão a leitura deste thriller erótico e absorvente até a última página, para a qual se caminha num clima de sensualidade e suspense eletrizantes.


Esse é o primeiro livro que eu leio para o Desafio Literário de 2015. Ele é um livro de um autor que eu nunca tinha lido antes. Bom, esse livro está na minha meta de leitura há quase 3 anos e nada melhor do que começar 2015 com ele.
Algemas de Seda conta a estória de Mimi Lessing, ela está há alguns dias de se casar com o homem da sua vida, Mark, seu namorado de muito tempo. Até que ela conhece Jake Teller, um novo colega de escritório, com quem ela terá que partilhar um trabalho. Mas Jake não é só um novo colega, ele também se transforma em uma nova descoberta de desejo. Jake vai se tornando cada vez mais íntimo de Mimi, até que, acidentalmente, ela o pega tento relações sexuais com uma mulher, mas ao invés de repulsa, Mimi se sente intrigada pelo jeito com que Jake trata as mulheres com quem transa. Ele as amarra e as fazem perder o total controle quando estão com ele. Mimi, que levava uma vida sexual comum com o noivo, nunca achou que se sentiria exitada com as novas descobertas. Alegando amar muito Mark para traí-lo, acaba criando um hábito com Jake de sempre observá-lo com as mulheres em seus momentos íntimos, tornando-se uma voyeur, mas nunca experimentando em si mesma. JakeMimi como um desafio, fazendo-a despir-se de suas incertezas e medos a cada encontro dele que ela observa. Mas talvez eles não sejam os únicos que observam. Talvez eles também estejam sendo observados...
O livro é narrado por três pessoas. Mimi, Jake e um outro personagem, que só é descoberto ao decorrer da estória, o que tornou o livro um pouco confuso no início.
Só vim descobrir que o livro se tratava de um thriller no final. Ele é carregado de suspense e sensualidade, mas as verdadeiras faces do livro vão começando a desabrochar no final. E como aquele filme que explica tudo, pra depois a coisa realmente acontecer.
Gostei do livro, mesmo com o final deixando a desejar. Nunca tinha lido um livro com um teor de erotismo tão alto. Nada comparado a Cinquenta tons de cinza ou qualquer outro livro com pornografia. Não estou falando de erotismo de um casal que se ama e fazem sexo. Não. É erotismo entre dois estranhos que acabaram de se conhecer. E, realmente, fascinante.

O autor tem uma escrita adulta e um pouco carregada, pecando em alguns pontos, mas eu gostei.

Se quiser saber um spoiler, é só selecionar com o mouse a área depois dos dois pontos: O VOYEUR QUE NARRA O LIVRO É O HOMEM QUE COLOCOU OS DOIS PRA TRABALHAR JUNTOS. ELE FICA "VIGIANDO" MIMI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário