4 de mar de 2016

Resenha: Coração do Leão


Título: O coração do Leão
Título Original: Leo
Autor: Mia Sheridan
Editora: Arqueiro
Nº de páginas: 200
 3/5
Evie e Leo se conheceram em um orfanato quando crianças e formaram um laço de amizade.À medida que cresciam, este vínculo tornou-se amor e prometeram construir uma vida juntos, quando completassem 18 anos e já não fizessem parte do sistema.Quando Leo inesperadamente é adotado, e se muda para outra cidade, ele promete a Evie que entrará em contato com ela assim que chegar lá e voltaria para ela em poucos anos.Mas ela nunca mais ouviu falar dele novamente.Agora, oito anos depois, apesar de todas as probabilidades, Evie fez uma vida para si mesma. Ela tem um emprego, ela tem amigos, ela é alguém.Então, um homem aparece do nada, alegando que seu amor perdido, Leo, o mandou para saber como ela está. A atração entre eles é inegável.Mas, ela deve confiar em um estranho sexy? Ou ele está guardando um segredo sobre o que sua conexão com Leo é realmente e por que Leo desapareceu há tantos anos?




O coração do Leão conta a história de Evie Cruise. Evie viveu toda a sua vida em um orfanato e lá ela conhece Leo. Seu melhor amigo, na verdade, seu único amigo. Mas ele é adotado e não da mais notícia. Ele prometeu que escreveria e que ligaria, mas ele desapareceu e Evie nunca conseguiu esquecer o único garoto que ela amou.

Oito anos depois, Evie tem uma vida normal. Tem seu sustento, é bonita e simpática, mas ela tem um perseguidor. Esse perseguidor se apresenta como Jake Madsen, ele diz que era amigo de Leo, que morreu há um ano e por um favor ele está checando como ela está.

Evie não consegue resistir à atração que sente por Jake e a terrível sensação de familiaridade com algo. Mesmo tentando afastá-lo e com toda a desconfiança, Evie embarca em uma aventura romântica, explosiva e totalmente surpreendente que vai se mostrar uma viagem ao passado, para mudar o futuro.

Em primeiro lugar queria ressaltar que esse livro me decepcionou muito. Não por conta da história ser ruim nem nada, mas é que eu estava cheia de expectativas com relação a ele. Cheia mesmo. Eu lutei com “unhas e dentes” pra conseguir ler esse livro e ele não conseguiu superar as minhas expectativas. Com certeza não.

Os personagens são bem fofinhos e legais, isso a Mia faz muito bem. Já a narrativa não é tanto assim. A Evia não é uma boa narradora, tanto quando ela não é uma boa personagem. Eu não gostei muito, pois ela é muito desconfiada, inexperiente com relação a quase tudo, covarde e vive fugindo o tempo todo. Isso é meio que um paradoxo no livro, pois, em algumas partes, ela é super corajosa e valente, mas na outra grande parte ela é covarde. Mia criou uma personagem que não gosta muito de enfrentar os problemas de frente, prefere ir acumulando em uma bola de neve.

O livro é repleto de flashbacks, o que explica algumas senas desconexas. E a maioria deles são protagonizados por por Leo e Evie. O final foi bem óbvio, ela não criou aquele “quê” de suspense e de dúvida, tava bem na cara o que ia acontecer e eu acho que ela poderia ter mudado isso.
O livro no geral é bom. Faltou aquele “temperinho especial” e tudo mais, mas é bom.


SPOILER: Jake é Leo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário