19 julho 2016

Resenha: Obsidiana


Título: Obsidiana (Lux #1)
Título Original: Obisidian
Autor: Jennifer L. Armentrout
Editora: Valentina
Nº de páginas: 320
SKOOB
 4/5
Katy acabou de se mudar com sua mãe da Flórida para o meio do nada. Uma cidade que o supermercado mais perto fica a quilômetros de distância, não que isso seja um problema para a garota que prefere ficar com seus livros do que sair para festas.

Logo Katy conhece seus vizinhos. Dee Black, uma garota linda, energética, gentil e que parece gostar de estar com ela. E Daemon Black, o irmão gêmeo de Dee e tudo inverso da irmã. Sarcástico, irritante, babaca, metido, arrogante, mas ao mesmo tempo gostoso, lindo e irresistível.

Tudo que Katy quer é ficar longe de Daemon e sua babaquice, mesmo que comece a se tornar muito amiga da irmã dele. O problema é que quanto mais perto dessa família, mais as coisas começam a ficar estranhas. Os dois são esquisitos, não falam com ninguém, a não ser com eles mesmos e sua turminha, quando estão por perto, coisas estranhas acontecem e logo Katy descobre que ao invés de apenas estranhos, os irmãos Black e sua turminha tem algo diferente de tudo que ela pudesse imaginar. Eles são aliens! Isso mesmo! Aliens! Não aliens pequenos, verdes e cabeçudos. São Luxen, seres de luz que possuem poderes especiais e que vieram de uma galáxia muito distante.

Até aí? Tudo bem. Sem pirar. Mas então Katy descobre que, além de ter uma melhor amiga alien, quando o irmão gêmeo dela salvou sua vida uma vez quando ela estava em perigo, ele deixou um rastro de luz nela e todos os seres como ele podem enxerga-la a milhares de distância, inclusive os inimigos deles que os caçam para roubar seus poderes e matá-los. Ou seja, ela virou um farol ambulante para inimigos.

Para se livrar dessa situação, Katy precisa ficar perto de Daemon para que ele possa protegê-la, até o rastro de luz desaparecer, mas parece impossível os dois ficarem no mesmo cômodo sem tentarem se matar, mesmo que as vidas deles estejam em perigo.

Já li sobre vampiros, lobisomens, zumbis, sucubus e milhares de outras coisas, mas aliens? Primeira vez. E amei!

Obsidiana é aquele tipo de livro que tem uma protagonista narradora que é tão parecida com a gente, que nos identificamos demais. Além de ser uma blogueira literária (uhul! Bate aqui, Katy o/) ela tem uma narrativa maravilhosa. Palavras fáceis, termos bastante usuais, os mesmos pensamentos e ações que teríamos se estivéssemos na situação dela, quer dizer, nem todos, porque se eu fosse a Katy já teria agarrado o Daemon há eras, sendo ele babaca ou não. Enfim, é uma leitura tão gostosa, que não conseguimos largar o livro até ler todo.

Um problema foi que eu achei a sinopse do livro muito reveladora. Quer dizer, é claro que precisa explicar o livro e tal, mas logo no início, quando Katy não sabe o que os irmãos Black são, a gente não fica curiosa com ela. Não vamos acompanhando as descobertas aos poucos juntos com a personagem, porque já sabíamos! Não gostei disso, porque acho que a leitura fica melhor quando somos como a personagem principal. Tão leigos quanto ela. Então quando alguns sinais dos poderes dos Luxen aparece e ela fica toda confusa, é impossível ficarmos intrigados como ela.

As explicações ao decorrer do livro são bem legais. Achei que como seria um assunto absurdo como aliens, a história seria cheia de buracos e com umas coisas irreais, mas a autora conseguiu convencer muito bem. Tem um bom enredo e um desenvolvimento excelente.

Os personagens são muito divertidos e legais. Claro que tem a irmã legal, o bad boy irresistível, as amigas que não sabem de nada, a turminha que não gosta da principal e a mocinha que paga tanto mico, que chega a ser cômico.

É um livro bem leve e legal. Mesmo falando de um tema novo, foi bem clichê. Na verdade, livros sobrenaturais costumam seguir uma mesma vertente, mas claro, decorando com suas respectivas direções. Mesmo tendo sido um pouco clichê em alguns aspectos, eu amei. Estou morrendo de vontade de ler o segundo. Recomendadíssimo!



SPOILER: Se eles ficam juntos? É meio complicado, mas... Não. Eles acabam o livro ligados. Eita. Como assim? Leiam!

4 comentários:

  1. Essa autora é um arraso. Adoro os livros dela. Adorei essa resenha e a primícia do livro. Essa capa é lindona.

    www.querolivros3.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Katy e Daemon são um dos meus personagens principais favoritos e todos os livros que já li. Eles formam uma dupla maravilhosa. Li o livro antes de ser lançado no Brasil e achei demais. Concordo com você, recomendadíssimo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles são realmente ótimos. Um ponto forte na história.
      Beijos!

      Excluir