6 de jan de 2017

Resenha: Férias no Acampamento Pikachu


Título: Férias no acampamento Pikachu
Título Original: Welcome to camp pikachu
Autora: Alex Polan
Editora: Valentina
Nº de Páginas: 104
SKOOB
 4/5
As aulas acabaram!
É hora de curtir as férias no Acampamento Pikachu. Aqui você vai encontrar muita diversão, alegria e um monte de competições.
Cada equipe tem o nome de um Pokémon, é formada por quatro integrantes e tem seu próprio esconderijo secreto.
Dessa vez, a brincadeira será o jogo capture-a-bandeira, e vencerá a equipe que conquistar o maior número de bandeiras.
Marco, Logan, Maddy e Nisha fazem parte da Equipe Treecko, o Pokémon lagarto. Eles vão precisar de muita imaginação para vencer sua grande concorrente, a Equipe Fennekin, do Pokémon raposa.
O que será que eles vão aprontar para vencer o jogo e ter seus retratos no Hall da Fama do Acampamento Pikachu?
Vamos descobrir?


Marco é uma das crianças que está passando as férias no Acampamento Pikachu. Ele, junto com seus amigos Mandy, Nisha e Logan, fazem parte da equipe Treecko no famoso jogo capture-a-bandeira.
Assim como as crianças da sua idade, Marco tem muito medo de falhar com seus amigos e ao invés de diversão, ele só tem preocupações com o jogo, inclusive por conta da equipe mais competitiva, liderada por Sam e Stella, a equipe Fennekin, os maiores inimigos da Treecko, no jogo.
Porém, através de várias aventuras que ele e seus amigos vão passar no Acampamento Pikachu, Marco vai descobrir que existe muitas coisas além de vencer.




Esse livro é bem pequeno, mas, ao contrário dos livros pequenos como esse, ele não é corrido. As aventuras que os amigos enfrentam, tem um desenvolvimento natural e divertido.

O livro é perfeito para fãs do desenho, com vários termos usados lá e o lugar é como se o desenho tivesse ganhado vida, com todos os cenários e até alguns personagens parecidos. É super legal e divertido de imaginar.

Uma coisa muito interessante foi essa transformação do Marco. Do que ele achava de si mesmo no início do livro. Seus sentimentos de fracasso e dúvida, bem característicos das crianças nessa época da vida.

O livro traz muito o negócio da amizade e o descobrimento das próprios talentos.


Os personagens são bem divertidos. As situações também. Preciso admitir que não sou muito fã de livros infanto-juvenis, mas eu gostei muito desse. Mesmo sendo bem infantil, ele é divertido. Super recomendo.


⚠️ SPOILER: Sam, na verdade, não tem malvado e vira amigo deles.

4 comentários:

  1. Este livro é a cara do meu sobrinho neto, que é fã dos Pokemons. Valeu pela resenha! Beijux

    ResponderExcluir
  2. huahauahuah esse vou ter que lêr mesmo amo sou otome *u* não conhecia

    ResponderExcluir